Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Publicações

Publicações

POR QUE OS ELEITORES ESCOLHEM O DISCURSO DE ÓDIO?

Ícone Calendário15/10/2018
POR QUE OS ELEITORES ESCOLHEM O DISCURSO DE ÓDIO?

 

Que o Brasil está polarizado é nítido. O mais grave disso tudo é que um lado representa uma polaridade que defende a violência, reproduz discursos machistas, misóginos, racistas e todo tipo de ataque às minorias, que nos últimos dias têm levantado uma onda de agressões contra LGBTS, negros, mulheres e nordestinos.

Uma onda que mostra que o Brasil não é a imagem que sempre se apresentou ao mundo. Não é a toa que o país lidera rankings mundiais como o de mortes por arma de fogo, segundo pesquisa da Global Burden Disease, órgão ligado à Organização Mundial da Saúde (OMS). Em 2016, foram 43,2 mil mortes por arma de fogo. Mesmo com tanta violência, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, propõe o afrouxamento do controle da venda de armas.

Sobre os crimes de ódio, a ONG Transgender Europe (TGEu), em estudo recente, revela que o Brasil é o que mais matou travestis e transexuais no mundo em oito anos, completados em 2016. Foram mais de 865 registros. Levantamento do Grupo Gay da Bahia (GGB) aponta 445 assassinatos de homossexuais em 2017, o maior do mundo, até mais do que as nações em que a homossexualidade é considerada crime.

Entre 83 países, o Brasil é o quinto que mais mata mulheres, de acordo com o Mapa da Violência 2017. Para cada 100 mil mulheres, 4,8 foram assassinadas por parceiros, familiares ou por estupro. Em 2016, foram registrados 135 estupros por dia no país. No ano, foram mais de 49.497 casos, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Agora ficou mais compreensível, não é? A tropa é o espelho do chefe.

Diante dos dados fica fácil compreender porque Jair Bolsonaro teve 46% dos votos válidos no primeiro turno. Afinal, ele valida muitos crimes, por achar que a mulher deve se dar o respeito para evitar ser estuprada, que usa a medida de peso bovina para se referir ao afrodescendentes e diz que nem pra procriar servem, faz apologia à torturadores e se declara a favor de uma guerra civil.

Além de dizer que ninguém gosta de homossexuais, que as pessoas apenas suportam. Ou seja, as estatísticas brasileiras batem com a escolha do candidato. E isso é preocupante e lamentável. Será mesmo que milhões de brasileiros votaram em Bolsonaro por estarem realmente fora da realidade, ou por quererem alguém no cargo máximo do país com ideias preconceituosas semelhantes às deles?

Fonte : SEEB/Ba por*Ilana Pêpe é estudante de jornalismo

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

O QUE VC ACHA DO GOVERNO TEMER ?