Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Publicações

Publicações

RETALIAÇÃO DE CUNHA AMEAÇA DEMOCRACIA

Ícone Calendário03/12/2015
RETALIAÇÃO DE CUNHA AMEAÇA DEMOCRACIA

 

 

O jogo sujo do presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) continua e dá o passo mais absurdo. Nesta quarta-feira (02/12), o ultraconservador aceitou o pedido de impeachment protocolado na Casa após a bancada do PT ter anunciado voto pela continuidade do processo de cassação do parlamentar acusado de quebra de decoro parlamentar por não declarar as contas no exterior e mentir em depoimento na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras em março.

 

Em uma evidente ação de retaliação pela atitude do partido, o deputado acolheu o pedido de impeachment sem base legal e tenta jogar no lixo os 30 anos de construção democrática e eleições livres no país. A justificativa dos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Júnior e da advogada Janaína Paschoal é requerer a derrubada da presidente pelas chamadas pedaladas fiscais do governo em 2015, em um ano que sequer terminou.

 

Para lutar contra o processo orquestrado pela direita derrotada nas últimas eleições, os movimentos sociais vão intensificar as manifestações. Nesta quinta-feira (03/12), por exemplo, tem lançamento de um documento para a retomada do desenvolvimento assinado por diversas centrais sindicais e empresários. A CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) apoia a iniciativa.

 

O processo

Vale lembrar que a comissão especial autorizada por Cunha para avaliar o impeachment não tem o poder de decisão. Após analisar o processo, a matéria terá apreciação pelo plenário da Câmara em votação que deve ter 342 votos favoráveis dos 513 deputados para aprovar o texto. Um tempo que será usado pelos movimentos para derrubar a atitude absurda de Eduardo Cunha.

Fonte: SEEB/Ba

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

PARA VC O GOVERNO BOLSONARO