Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Notícias

Notícias

BOLSONARO EXCLUI MILHÕES DE TRABALHADORES DO AUXÍLIO

Ícone Calendário13/10/2020
BOLSONARO EXCLUI MILHÕES DE TRABALHADORES DO AUXÍLIO

 

 

Em torno de 5,7 milhões de trabalhadores devem não receber as parcelas de extensão do auxílio emergencial, com valor reduzido à metade - R$ 300,00. Isso demonstra, mais uma vez, que o governo Bolsonaro não está nem aí para a população mais vulnerável.

A pessoa que for excluída da prorrogação do benefício poderá contestar gratuitamente, por meio da Defensoria Pública da União ou do sistema Dataprev. A renda tem ajudado as famílias a sobreviverem no período de crise e a manter a economia do país funcionando, já que mais de 13 milhões de brasileiros estão desempregados.

Vale ressaltar que o governo queria pagar só R$ 200,00 para os trabalhadores atingidos pela pandemia causada pelo novo coronavírus. Mas, graças a pressão dos movimentos sociais e sindicais, o auxílio emergencial no valor de R$ 600,00 foi aprovado no Congresso Nacional. Agora, Bolsonaro reduziu para R$ 300,00. Quantia que não dá nem para comprar uma cesta básica, que custa, em média, R$ 563,65.

Fonte: SEEB/Ba

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

PARA VC O GOVERNO BOLSONARO