Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Notícias

Notícias

GOVERNO QUER CORTAR R$ 1,4 BILHÃO DA EDUCAÇÃO

Ícone Calendário04/10/2020
GOVERNO QUER CORTAR R$ 1,4 BILHÃO DA EDUCAÇÃO

 

 

No atual governo, os cortes só são feitos em áreas essenciais para o desenvolvimento do país. Desta vez, Bolsonaro quer cortar R$ 1,4 bilhão no orçamento do MEC (Ministério da Educação) para aplicar o dinheiro em obras e em outras ações apoiadas por parlamentares.

Como se já não bastasse a tesourada formalizada ao Legislativo, nesta quinta-feira (01/10), na proposta de remanejamento de R$ 6,118 bilhões. Mas, a medidas ainda precisa passar por aprovação.

A intenção é que R$ 2,3 bilhões sejam destinados ao Ministério do Desenvolvimento Regional, R$ 1,06 bilhão para a Infraestrutura e o restante será dividido entre Saúde, Minas e Energia e Agricultura. Depois de cobrarem mais espaço no Orçamento do próximo ano, os parlamentares indicaram mais de R$ 3 bilhões do crédito.

Com perdas bem menores comparados à Educação, os ministérios da Defesa, Cidadania, Economia, Justiça, Turismo e Presidência também sofrem cortes nos recursos.

Fonte: SEEB/Ba

 

 

 

 

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

PARA VC O GOVERNO BOLSONARO