Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Notícias

Notícias

BANCO DO BRASIL LUCRA R$ 8,679 BI. E AINDA QUER REESTRUTURAR

Ícone Calendário09/08/2019
BANCO DO BRASIL LUCRA R$ 8,679 BI. E AINDA QUER REESTRUTURAR

 

 

Em meio ao anúncio de reestruturação do Banco do Brasil, cuja previsão é extinguir funções, cortar vagas e fechar agências e departamentos, a instituição divulga a lucratividade do semestre. E foi gorda. O lucro líquido ajustado do somou R$ 8,679 bilhões, elevação de 38,5% em relação ao mesmo período de 2018.

O resultado é reflexo da redução de custos, decorrente da queda de 87% dos gastos com operações de empréstimos, cessões e repasses, além do recuo de despesas de recursos captados no exterior.

 Outro fator que influenciou no aumento da lucratividade foi a utilização de créditos tributários. No semestre, o BB desembolsou R$ 1,6 bilhão a menos com tributação sobre o lucro.

 Se a instituição pagasse em impostos os cerca de R$ 1,45 bilhão que deixou de fazer, o lucro teria crescido muito menos. O índice seria de 12,8%. A rentabilidade do banco atingiu 14,9%, ante 11,5% em igual período de 2018.

 As receitas com tarifas e prestação de serviços aumentaram 6,6% e totalizaram R$ 14,2 bilhões no primeiro semestre. Somente com esse valor, a empresa cobre 126% do total de despesas de pessoal, inclusive, a PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

 Quadro em queda

Apesar do resultado para lá de positivo, o BB eliminou 1.507 postos de trabalho, 399 apenas nos últimos três meses. O número total de funcionários chega a  96.168. Também encerrou as atividades de 48 agências. Tremenda incoerência.

Fonte: SEEB/Ba

 

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

PARA VC O GOVERNO BOLSONARO