Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
NotĂ­cias

NotĂ­cias

CENTRAIS UNIFICAM ATO NACIONAL DO 1Âș DE MAIO

Ícone Calendário23/04/2019
CENTRAIS UNIFICAM ATO NACIONAL DO 1Âș DE MAIO

 

Na luta em defesa dos direitos e do emprego decente e contra a reforma da Previdência, todas as centrais sindicais vão promover um grande ato unificado no 1º de maio, Dia do Trabalhador. Em Feira de Santana, a atividade acontece na Praça da Cidade Nova a partir das 9:00h e terá participação de Artistas com shows ao vivo, grupo de samba de roda e de várias entidades sindicais, movimentos sociais, igrejas e outros, a organização é fruto de varias reuniões com a coordenação da Frente Brasil Popular.

O presidente da CTb Bahia, Pascoal Carneiro, destaca que a mobilização "vai marcar a história das lutas sociais por melhorias trabalhistas e por qualidade de vida para a população". A PEC 06/2019 impõe a idade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens e de 62 anos para mulheres, além do aumento do tempo de mínimo de contribuição de 15 para 20 anos. As mulheres serão as prejudicadas.

A proposta do governo não pode ser chamada de reforma, pois quer o fim da aposentadoria e ataca o direito dos mais pobres. O presidente nacional da CTB, Adilson Araújo, destaca que a motivação do ato unificado vem exatamente da necessidade de dar resposta ao ambiente hostil que o país se encontra. "É um governo que defende uma agenda ultraliberal, de viés fascista, de extrema-direita, legislando interesses do grande capital", reforça.

Sem esquecer que, caso a reforma da Previdência seja aprovada, o governo quer pretende meter a mão no abono salarial e reduzir drasticamente o valor do BPC (Benefício de Prestação Continuada). Enquanto faz repasses aos banqueiros, a equipe econômica de Bolsonaro quer economizar às custas dos trabalhadores

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos BancĂĄrios
  • BancĂĄrios Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

PARA VC O GOVERNO BOLSONARO