Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Notícias

Notícias

JURO DO CHEQUE ESPECIAL CHEGA A 150%

Ícone Calendário12/07/2013

Apelar para o empréstimo parece uma opção fácil para quem está com a conta no vermelho, mas, em vez de solução, pode ser o início de muita dor de cabeça.

 Isso porque a modalidade tem um dos juros mais altos do mercado. A taxa média mensal é de 7,95%, ou seja, 150,46% ao ano, de acordo levantamento realizado pela Fundação Procon em sete bancos. O consumidor deve ter, portanto, cautela antes de usar o crédito, uma vez que representa alto risco de endividamento.

 Entre as empresas pesquisas, o Santander é a que apresenta a maior taxa, 9,95% ao mês, seguido do HSBC, com 9,82%. Depois aparecem Bradesco (8,82%), Itaú (8,75%), Safra (8,25%), Banco do Brasil (5,8%) e Caixa, com 4,27% ao mês.

 Pessoal

O empréstimo pessoal também segue com taxa elevada, embora muito menor do que a do cheque especial. Hoje, a variação mensal é de 5,23%. No ano, o valor a ser pago chega à média de 84,39%.

 O Bradesco tem o custo mais elevado (6,19% ao mês). O Itaú fica com a segunda posição, com taxa de 6,02%. Em seguida estão o Santander (5,91%), HSBC (5,77%), Safra (4,9%), BB (4,32%) e Caixa (3,51%).

Fonte ; SEEB/Ba

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

PARA VC O GOVERNO BOLSONARO