Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Notícias

Notícias

GOVERNO BOLSONARO QUER ACABAR COM A AGRICULTURA FAMILIAR

Ícone Calendário05/09/2019
GOVERNO BOLSONARO QUER ACABAR COM A AGRICULTURA FAMILIAR

 

 

A agricultura familiar passa por uma situação dramática, desde o golpe jurídico-midiático-parlamentar, em 2016. Mesmo respondendo por 70% da produção de alimentos consumidos no país, a agricultura familiar ocupa apenas 25% das terras destinadas à produção agropecuária.

Parte dessas terras, provenientes da reforma agrária, foi severamente afetada desde o golpe de 2016. As famílias com assentamento rural, documento que assegura a estadia nessas terras, tiveram um acúmulo de 747 mil entre 2013 e 2015. Em 2016, o número caiu para 1.686 famílias assentadas, e em 2017, apenas 38.

Para piorar, o governo Bolsonaro foi duramente cruel ao determinar ao INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) que cancelasse processos de desapropriação em andamento e devolvesse a terra a especuladores.

A situação só tende a piorar, pois as verbas no orçamento da Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) devem ter uma queda de quase R$ 6 bilhões, agravando ainda mais a produção e prejudicando a agricultura familiar.

Fonte: SEEB/Ba

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

PARA VC O GOVERNO BOLSONARO