Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Notícias

Notícias

ALÉM DE DIREITOS, BANCÁRIOS QUEREM AUMENTO REAL

Ícone Calendário29/06/2018
ALÉM DE DIREITOS, BANCÁRIOS QUEREM AUMENTO REAL

 

 

Além da manutenção dos direitos assegurados pela CCT (Convenção Coletiva de Trabalho), que é a prioridade da campanha salarial, os bancários querem aumento real, conforme resposta de 25% da categoria em consulta nacional realizada pelos sindicatos e federações.

Em 2016, a força da greve dos bancários, que durou 31 dias, resultou em um acordo bianual, que garantiu reajuste de 8% para o mesmo ano, abono de R$ 3,5 mil, além de 15% no vale-alimentação e 10% no vale-refeição e auxílio-creche/babá. Para 2017, o reajuste repôs a inflação (INPC/IBGE) e resultou em ganho real de 1% nos salários e todas as verbas.

A categoria bancária é uma das mais organizadas do país, a única que tem convenção nacional. Por isso, ao longo do tempo, as campanhas salariais têm sido vitoriosas. Durante 13 anos, de 2004 a 2015, os trabalhadores obtiveram 15,8% de aumento real. Muito diferente do vivenciado durante os oitos anos de arrocho do FHC, quando os empregados tiveram perdas salariais de 4,6%.

Para este ano, os bancários têm a certeza de que os patrões podem atender a pauta de reivindicações. Os cinco maiores bancos em atividade no país lucraram R$ 77,4 bilhões em 2017. Prova de que a crise econômica do país passou longe do sistema financeiro é que o resultado representa crescimento de 33,5% em relação a 2016.

Em 2018, a tendência de aumentod os lucros permanece. No primeiro trimestre, os cinco bancos lucraram R$ 20,6 bilhões, elevação de 20,4% na comparação com igual período de 2017. Os números mostram. As empresas podem dar aumento real.

Prioridades da campanha

Confira os pontos mais votados pela categoria:

1. Aumento real - 25%

2. Manutenção de direitos / Defesa da CCT - 23%

3. Combate ao assédio moral / metas abusivas - 18%

4. Garantia de emprego - 15%

5. Impedir a terceirização - 14%

6. Aumentar a PLR - 11%

7. Melhorar as condições de trabalho - 8%

8. Mais segurança nas agências - 5%

9. Igualdade de oportunidades - 4%

 

Fonte: SEEB/Feira

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

O QUE VC ACHA DO GOVERNO TEMER ?