Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Notícias

Notícias

NO BRADESCO, DEMISSÕES DE BANCÁRIOS DOENTES

Ícone Calendário15/05/2018
NO BRADESCO, DEMISSÕES DE BANCÁRIOS DOENTES

 

Os bancos não perdem a oportunidade de usufruir de todas as medidas arbitrárias de Michel Temer. O Bradesco tem demitido os funcionários doentes, no dia que retornam ao trabalho, depois de terem o benefício do INSS cancelado. O pior é que a empresa demite os empregados sem passar pelo exame de retorno. Desrespeito total.

O banco aproveita o pente fino do governo nas aposentadorias por invalidez de trabalhadores que sofreram acidentes ou desenvolveram doenças por causa do trabalho. A orientação do Sindicato  é que, caso isto aconteça, o bancário deve procurar a entidade imediatamente para que as medidas necessárias sejam tomadas.

Quem se aposenta por invalidez não pode dar baixa na carteira, pois fica com o contrato de trabalho suspenso. Ocorre revisão periódica da aposentaria. Se o INSS cancelar o benefício, o empregado tem de retornar ao antigo local de trabalho. É neste momento, que o banco demite. Clara demonstração que o Bradesco não se importa com a saúde dos funcionários. 

O diretor do SBBA e funcionário do Banco, Élder Perez, considera um absurdo que a empresa não respeite os trabalhadores adoecidos, nem o prazo para revisão. Por isso que o movimento sindical tenta marcar reunião com o banco para tratar das questões. "A suspensão não significa que o trabalhador está livre do problema. Muito menos curado", ressalta.

Fonte: SEEB/Ba

 

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

O QUE VC ACHA DO GOVERNO TEMER ?