Sindicato Classisista e de Luta fale conosco
Notícias

Notícias

PROTESTO POR MELHORIAS NO SANTANDER

Ícone Calendário19/12/2013
PROTESTO POR MELHORIAS NO SANTANDER

PROTESTO POR MELHORIAS NO SANTANDER

As agências do Santander da Praça da Inglaterra e da rua dos Ourives pararam as atividades nesta quinta-feira (19/12), em adesão ao Dia Nacional de Luta. O protesto é contra o descaso do banco espanhol com o emprego e as condições de trabalho.

Os bancários querem um novo modelo de gestão, o fim imediato das demissões, da rotatividade, terceirização e metas. A empresa, uma das mais lucrativas, tem de ampliar o quadro de funcionários, para acabar com a sobrecarga e as filas nas agências, melhorar as condições de saúde, segurança e trabalho e valorizar os aposentados.

O Santander é hoje o banco que mais demite no Brasil. Nos primeiros nove meses do ano, segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), foram fechados 3.414 postos de trabalho, enquanto a economia brasileira gerou 1,3 milhão de vagas no período. Entre setembro de 2012 e 2013, a redução foi de 4.542 empregos, queda de 8,2% no quadro de funcionários.

A organização financeira obteve lucro líquido de R$ 4,3 bilhões até setembro, o maior resultado entre todos os países que o banco atua. Mesmo assim, justifica como normal os cortes para a redução de gastos com pessoal. No entanto, os altos executivos desfrutam de privilégios. Entre 2010 e 2013, o ganho médio anual de um diretor aumentou 67%, chegando a R$ 7,915 milhões.

Banco tem imagem manchada

O quadro reduzido de funcionários nas agências tem causado sobrecarga de serviços, assédio moral, estresse, insegurança e adoecimento de bancários, piorando as condições de trabalho e prejudicando a qualidade de atendimento aos clientes. Até os serviços de limpeza foi afetado. A higienização é feita poucas vezes por dia.

O Santander é recordista do ranking de reclamações de clientes no Banco Central em 2013, esteve no topo nove vezes. Além disso, cobra altas taxas de juros e tarifas abusivas dos correntistas, enquanto gasta milhões com o patrocínio da Copa Libertadores e da Fórmula 1. Realmente é muito descaso.

Fonte: SEEB/Ba

Parceiros

Parceiros

  • Contraf
  • Federação dos Bancários
  • Bancários Classistas
  • AFBNB
  • Fenae
  • Vermelho
  • ANABB
  • CTB
Enquete

Enquete

PARA VC O GOVERNO BOLSONARO